Por Sabina Fuhr – 

Algumas experiências são tão exclusivas que quando acontecem lembramos por muito tempo. Eu ainda tinha bem viva na memória os dias que passei no único hotel 6 estrelas do Brasil, em novembro de 2014, quando apareceu o convite para mais um final de semana de luxo e muito conforto por lá.

Vista aérea do hotel Saint Andrews. (Foto: Divulgação, Saint Andrews)
Vista aérea do hotel Saint Andrews. (Foto: Divulgação, Saint Andrews)

O Saint Andrew, com a chancela da associação Relais & Châteaux, que reúne os melhores hotéis e restaurantes do mundo, fica em Gramado e pelo menos uma vez ao mês promove festivais gastronômicos com iguarias e excelentes bebidas. Minha primeira estadia foi justamente para acompanhar um destes festivais, o do Caviar e da Vodka.

festival-da-vodka-caviar-saint-andrews
Um dos pratos do Festival da Vodka e do Caviar do Hotel Saint Andrews. (Foto: Sabina Fuhr)

O cardápio do chef André Soares incluiu três diferentes tipos de caviar: o Beluga, considerado o mais nobre, devido ao seu sabor suave, o Asetra, de cor menos intensa, e Sevruga, mais salgado e de tonalidade mais escura – todos provenientes do Irã. Tudo harmonizada com a vodka polonesa Belvedere.

Festival Veuve Clicquot

saint-andrews-gramado-festival-veuve-clicquout
Festival Veuve Clicquot. (Foto: Sabina Fuhr)

O retorno ao mundo dos endinheirados de bom gosto foi para conferir outro destes espetaculares festivais, o Veuve Clicquot. Excelente oportunidade de provar pratos bem elaborados harmonizados com o mítico champagne de rótulo amarelo produzido em Reims, na França desde 1772.

suite-turquesa-saint-andrews-gramado
Suíte Turquesa. (Foto: Sabina Fuhr)

A chegada ao Saint Andrews é sempre cercada de muito zelo e hospitalidade. Os funcionários recebem os hóspedes enfileirados com fraques e luvas em frente ao lago. Feito o check-in fomos acomodados na suíte Turquesa.

turquesa-suite-saint-andrews-gramado
A Turquesa é uma das 11 suítes do Saint Andrews. (Foto: Sabina Fuhr)

A linda combinação de verde e dourado dá o toque de sofisticação a esta suíte equipada com cama king size, banheira, lustres de cristais tchecos e papéis de parede ingleses, além de home theater, mini mac e um frigobar recheado de excelentes bebidas.

frigobar-hotel-saint-andrews-gramado
Algumas das bebidinhas do frigobar das suítes do Sant Andrews. Detalhe: o consumo é liberado. (Foto: Sabina Fuhr)

O Saint Andrews tem apenas 11 suítes com decoração exclusiva que levam o nome de pedras preciosas. Lembra um castelo escocês e foi projetado como casa de veraneio para uma família abastada de Novo Hamburgo. Comprado pelo empresário Guilherme Paulus, fundador do grupo CVC, transformou-se no luxuoso hotel butique há cerca de 5 anos.

veuve-clicquot-gramado-festival-saint-andrews
Veuve Clicquot Rich. (Foto: Sabina Fuhr)

Pouco antes do jantar harmonizado Veuve Clicquot, fomos apresentados ao Clicquot Rich, o mais novo produto do portfólio da Maison, o primeiro champagne do mundo a ser criado para a mixologia. O assemblage do Rich é: Pinot Noir 45% / Pinot Meunier 40% / Chardonnay 15%. Seu diferencial é ter uma dosagem mais alta de açúcar (60g de açúcar por litro). A bebida foi servida com chá Earl Grey e cinco pedras de gelo.

restaurante-saint-andrews-gramado-sabina-fuhr
Restaurante Primrose preparado para o Festival Veuve Clicquot. (Foto: Sabina Fuhr)

Os participantes do jantar foram encaminhados ao restaurante Primrose que estava lindamente montado em uma única mesa com castiçais, velas, guardanapos de linho e muitas taças de cristais que durante toda a refeição mantiveram-se sempre cheias com o que a Veuve Clicquot tem de melhor.

festivais-gastronomicos-saint-andrews-gramado
Carpaccio de vieiras e salmão. (Foto: Sabina Fuhr)

Para abrir o apetite, o chef André Soares, que prima por uma cozinha autoral com referência francesa, serviu carpaccio de vieiras e salmão. De uma delicadeza ímpar!

entrada-festival-veuve-clicquout-saint-andrews
Aspic Caprese. (Foto: Sabina Fuhr)

Seguindo com as entradinhas frias, chegou à mesa Aspic Caprese (uma espécie de flã com agar-agar, cream crease, água de tomate e manjericão) com buquê de flores. Ambos os pratos foram harmonizados com a Veuve Clicquot Brut.

veuve-clicquot-sant-andres-gramado-festival
Veuve Clicquot Brut. (Foto: Sabina Fuhr)

O Brut Yellow Label é o mais conhecido dos champanhes Veuve Clicquot, representando mais de 80 da produção. Deve sua estrutura sólida à predominância da uva Pinot Noir e sua elegância e fineza a quase um terço de uva Chardonnay

gastronomia-saint-andrews-gramado
Risoto Waldorf. (Foto: Sabina Fuhr)

Um dos meus pratos preferidos foi o Risoto Waldorf (uma alusão à salada de mesmo nome que leva salsão picado e nozes) com camarão grelhado. Para beber, Veuve Clicquot Rosé.

veuve-clicquot-festival-saint-andrews
Veuve Clicquot Rosé. (Foto: Sabina Fuhr)

Foi da Maison o primeiro champanhe rosé que o mundo conheceu em 1775. Em 2004 volta a fazer história com o lançamento do Veuve Clicquot Rosé, com aroma delicado de framboesa, morango e cereja.

la-gran-dame-veuve-clicquout
Veuve Clicquot La Grande Dame Rosé 2004. (Foto: Sabina Fuhr)

O melhor da noite ainda estava por vir: a Veuve Clicquot La Grande Dame Rosé 2004. De efervescência abundante este champanhe é elaborado em anos de safras excepcionais. A primeira foi lançada em 1972, para comemorar o bicentenário da empresa, e tem este nome em homenagem à Madame Clicquot. Passa por um período mínimo de seis anos em cavernas transformadas em adegas.

jantar-restaurante-saint-andrews-gramado
Jambonette de Volaille. (Foto: Sabina Fuhr)

Para acompanhar a La Grande Dame Rosé 2004, veio da cozinha Jambonette de Volaille (pata de frango recheada com cogumelos e redução de suco de uva, guarnecida com mil folhas de mandioquinha.

sobremesa-festivais-saint-andrews
Sabayon. (Foto: Sabina Fuhr)

Finalizando o magnífico jantar, Sabayon (creme clássico de gemas) com Veuve Cicquout, morangos confitados e sorbet de laranja. No brinde final, Veuve Clicquot Demi-Sec, um dos maiores clássicos da Maison francesa elaborado por Chandonnay (25%), Pinot Noir (45%) e Pinot Meunier (30%).

festival-veuve-clicquout-saint-andrews-enologo
O enólogo François Hautekeur. (Foto: Sabina Fuhr)

Foi servido pelo enólogo da marca François Hautekeur em decanter. Em termos sensoriais, colocar o vinho em decanter o deixa mais redondo. Ao fazer as bolhas menos ativas, o champagne se abre e se torna mais saboroso, trazendo uma maravilhosa sensação para o final da refeição.

docinhos-saint-andrews
Docinhos para acompanhar o café. (Foto: Sabina Fuhr)

O jantar por pessoa custou R$ 700,00. Já o final de semana de hospedagem no hotel varia entre R$ 8.688,00 e R$ 24.888,00 dependendo da suíte escolhida.

Como diria um amigo meu: “dinheiro pode até não trazer felicidade, mas compra champagne, que dá na mesma.” Um brinde ao Saint Andrews! Um brinde a Veuve Clicquot! Santé!

festival-veuve-clicquot-saint-andrews-brinde
Brinde de Veuve Clicquot. (Foto: Sabina Fuhr)

Quer ficar por dentro dos Festivais Gastronômicos do Saint Andrews? Acesse www.saintandrews.com.br ou ligue (54) 3295-7700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here