Foto: Tiago Trindade

Nascido em uma família com íntima ligação com a cozinha, Rafael Jacobi desde pequeno já se aventurava no mundo das panelas, quando ajudava a mãe em receitas. A mãe Lecy era confeiteira e o irmão Marcelo foi um dos maiores consultores gastronômico do país. Para dar o primeiro passo rumo à profissionalização, Jacobi viajou para a Austrália, onde durante 2 anos trabalhou nos mais renomados restaurantes, começando como ajudante e chegando a Sous Chef. Especializou-se em gastronomia tailandesa no Sydney Community College. Com dedicação estudou na Indonésia e acabou na Tailândia, onde – nas ilhas de Koh Phi Phi e Koh Samui – se apaixonou pela gastronomia local.

Em 2007, voltou para o Brasil, onde abriu o Wok, em Porto Alegre, restaurante que em pouco tempo tornou-se referência na culinária Tailandesa. Dois anos mais tarde, foi estudar no Blue Elephant, em Bangkok, que é considerado um dos melhores restaurantes e escola de culinária tailandesa do mundo. O conhecimento adquirido serviu como base para incrementar e tornar ainda melhor o cardápio do Wok.

Em 2008 criou a Rafael Jacobi Gastronomia e há dois anos assumiu o comando do Porto Alegre Country Club, onde tem atendido de pequenos a grandes eventos com excelência, palavra esta que se tornou sinônimo do chef por onde ele passa.

Quando e por que você decidiu ser chef? Na real, escolhi ser cozinheiro! Chef é um cargo, uma posição que se chega através de um trabalho sólido como cozinheiro. Isso começou em 2003.

Quais chefs te inspiram?  Claude Troisgros, Daniel Boulud e Thomas Keller além de todos os meus professores que tive na Tailândia, gente simples, mas com grande conhecimento de cozinha.

Quais são as suas influências na gastronomia? Asiática, Francesa clássica e coisas que minha mãe me ensinou.

Qual ingrediente não pode faltar na sua cozinha? Manteiga.

E aquele que não entra de jeito nenhum? Margarina.

Que restaurante frequenta quando está de folga? Curto o Floriano Spiess – Cozinha de Autor, um bom doce no Diego Andino  e um churrasco no Komka.

Na Cozinha, qual o principal erro que se pode comer? Alimentos processados.

Para você, o que é tendência em gastronomia atualmente? Trabalho pensando sempre em extrair o máximo de sabores dos ingredientes, frescor e técnica correta. Isso é uma tendência que nunca sai de moda.

Uma harmonização perfeita? Boa comida, um espumante da Serra Gaúcha e amigos!

Quais os planos para o futuro? Expandir mais o alcance da Rafael Jacobi Gastronomia em eventos, que ano após ano, tem tido um crescimento fantástico e manter o Wok Restaurante como refência de boa mesa na capital.

Se você soubesse que morreria hoje, qual seria a última refeição? Churrasco, maionese, um bom vinho e o doce de goiaba que minha mãe faz.

Porto Alegre/RS
Rua Carlos Von Koseritz, 1604
Fone: (51) 3023-7120
www.wok.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here