COMPARTILHE
(Foto: Natália Tussi)

Formado em Gastronomia pela Unisinos, Pedro Mattos é chef da Vineria 1976, eleita como melhor Wine bar de Porto Alegre, no ano passado. A casa agrega rótulos seletos que são harmonizados com criações do chef Mattos. Um dos pratos clássicos da Vineria é o polvo, que faz sucesso entre os frequentadores e um dos favoritos do chef.

Quando e por que você decidiu ser cozinheiro? Desde pequeno sempre gostei muito de cozinhar com meus pais, e sempre tive uma fascinação em assisti-los cozinhado, toda aquela alquimia e não entendia como aquilo acontecia. Há uns anos atrás conheci minha vizinha de porta que trabalhava num restaurante em Porto Alegre, e todos os dias ela e o irmão chegavam do restaurante batiam na minha porta, e la eu ficava até 3, 4 horas da manhã ouvindo as histórias deles.

Quais chefs te inspiram? Tenho vários, como, Alex Atala, Roberta Sudbrack, Rene Redzepi e principalmente meus amigos cozinheiros.

Quais são as suas influências na cozinha? Acredito que cozinha contemporânea, Slow food, tenho um carinho muito grande pela nossa cozinha regional, também!!

Qual ingrediente não pode faltar na sua cozinha? Ovo, por sua versatilidade, presente tanto em pratos salgados como doces.

E aquele que não entra de jeito nenhum? Bife de fígado, minha mãe amava e sempre fazia em casa, porque minha irmã precisava comer , e eu nunca consegui, o cheiro me repugnava.

Que restaurante frequenta quando está de folga? O restaurante de amigos e conhecidos, como A pizza, Mandarinier, Daimu, entre outros.

Na Cozinha, qual o principal erro que se pode comer? Ponto de carne.

Para você, o que é tendência em gastronomia atualmente? A aproximação com a cadeia produtiva do alimento, seja legumes e frutas, proteínas ou grãos.

Uma harmonização perfeita? Um vinho rosé da provance com um polvo, combinação fantástica.

Quais os planos para o futuro? Acho que como qualquer cozinheiro, abrir meu negócio.

Se você soubesse que morreria hoje, qual seria a última refeição? Estrogonofe da minha mãe, com arroz e batata palha. Passei minha infância comendo ele, e nunca enjoei, ficava a semana inteira comendo o que havia sobrado.

Vineria 1976
Praça Doutor Maurício Cardoso, 49
Fone: (51) 3557-4764
www.vineria1976.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here