Foto: Sabina Fuhr

Linguiça seca é super tradicional na culinária alemã, confira o passo a passo e faça você mesmo.

Ingredientes
3,5 kg de coxão mole limpo
700 g de toucinho de porco sem a pele
2 copos com água gelada
dentes de alho
3 colheres (sopa) de sal
6 pimentas bodinhas sem sementes
1 pimenta dedo-de-moça sem sementes
1 colher (café) de glutamato de monossódio 
1 colher (sopa) de mistura de tempeiros “a base de urucum, coentro, pimenta-do-reino, alho, cebola
1 maço de salsa picada
tripa desidratada ou fresca

Modo de preparo
Corte a carne e toucinho em cubos de mais ou menos 2 cm e passe as 2 carnes juntas pelo moedor de carne (use a peça de dentes mais larga que tiver).
Adicione 2 copos com água gelada e tempere com a seguinte pasta: 4 dentes de alho, 3 colheres (sopa) de sal, 6 pimentas bodinhas sem sementes, 1 pimenta dedo de moça sem sementes, 1 colher (café) de glutamato de monossódio, 1 colher (sopa) de mistura de temperos “a base de urucum, coentro, pimenta do reino, alho, cebola”.
Misture tudo muito bem para dar uma boa liga e por último mas fundamental adicione 1 maço de salsa picada.
Deixe esta carne descansar por 4 horas na geladeira tampada com filme plástico para evitar que o cheiro de temperos se espalhe por toda sua geladeira.
Prepare a tripa (que deve ser comprada desidratada ou salgada na espessura que você desejar).
Lave em água corrente por dentro e por fora deixe de molho por 30 minutos e enxágue muito bem com água e vinagre.
Para encher a linguiça, use um funil. De um nó simples na ponta da tripa, faça um furo com um palito de dentes para sair o ar, coloque a carne no recipiente e vá empurrando devagar até acabar a carne toda.
Se estourar, não se preocupe, corte a tripa com sobra, ajeite a carne, retire o ar e amarre a ponta que ficou e comece novamente com um nó na outra parte da tripa que cortou, fure e encha novamente. Mas em geral essas tripas são bem resistentes!
Pendure-a em um lugar arejado, com baixa umidade ao abrigo de moscas e outros insetos que possam contaminar o produto (Se necessário, envolver o produto em uma redinha, ou algo que mantenha o mesmo arejado, e evite o contato direto de possíveis insetos com o produto).
A cada 2 dias pincele com azeite a linguiça para que o sal expelido durante o processo se dissolva, não deixando o produto muito salgado, melhorando sua aparência e evitando o bolor.
Feito isso, geralmente entre uma semana e dez dias a linguiça estará seca e pronta para o consumo.

Dicas
– Sirva com queijo colonial, com cuca, com pão caseiro, todos vão adorar.
– A linguiça pode ser feita inteira e enrolada no final como um caracol ou ser amarrada em gomos ótima para assar em um churrasco ou mesmo fritar na frigideira.
– Para quem gosta de carne de porco é só substituir o coxão mole por pernil suíno ou até mesmo misturar as duas carnes e fazer uma deliciosa linguiça mista.



7 COMENTÁRIOS

  1. Deve-Se usar sal de cura, que é composto de sal comum e inteiro ou nitrato de sódio, o que faz ela secar.

    • Bom dia . Vc já fez ela assim ? Fica boa mesmo ? Eu achei muito sal na receita já que a carne absorve muito o sal , Pode secar no sol ? . Eu nunca fiz , mas gostaria de fazer . E quanto tempo ela dura depois de seca ?

  2. Bom dia, estou iniciando na no ramo da “CHARCUTARIA”, ja fiz mais de 8 x linguiças.
    Estou aprendendo muito. Não estou usando sal de cura, estou fazendo ela fresca mesmo, para consumo imediato ou ate mesmo congelando.
    Gostei da sua receita, vou testar, essa semana eu fiz alguns sabores exoticos, como:

    Beterraba + Wasabi + carne porco
    Tomate + Curry + carne de porco
    Alho Poró + queijo coalho + carne de porco (esse foi a melhor).
    Cerveja Stout Reduzida + carne de porco

    Se alguem quiser trocar ideias meu mail é:

    mumedeiros@gmail.com

    abcs

    Mestre Texugo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here