Gin tônica do Sui Rooftop (Foto: Diego Larré)

O gin, a bebida das festas e danceterias dos anos 80 e 90 está de volta em combinações fáceis e deliciosas

Depois de um bom tempo fora de circulação, o clássico gin retorna aos menus de drinques como bebida principal. De baixa caloria, cerca de 160 kcal, com médio teor alcoólico, fácil e rápido de preparar dá um leque de possibilidades de combinações que vai desde a tradicional com limão e tônica até o mais incrementado com especiarias. “Essa bebida hoje está tão apreciada por muitos e queridinha das baladas em várias comemorações pelo mundo afora”, conta o especialista em drinques e dono da empresa de eventos Dudu Drinks e Caipiras, Eduardo Santos.

Do que é feito o gin?

O Gin é um álcool cuja cor é transparente, um destilado a base de cereais tais como milho, centeio, cevada e trigo, que então é destilado uma segunda vez com o zimbro, que lhe aporta o seu aroma e sabor peculiar. O Zimbro para quem não conhece é uma pequena fruta com nome brasileiro, também conhecida como “Genievre” em francês ou “Jenever” em holandês.

copo de gin na cor lilas
Gin Dutterfly do Dudu Drinks e Caipiras. (Foto: Artimagem/ Fabrício Sviroski)
Bebida versátil

Lúcio Martins, proprietário do bar Sui Rooftop, de Porto Alegre, conta que o gin passou a ganhar reconhecimento em meados de 2007, quando renomados chefs e bartenders europeus passaram a desenvolver menus especiais somente para drinques contendo a bebida. Por lá, “se transformou em uma favorita, devido à versatilidade do seu preparo e seu sabor elaborado e sofisticado. A tendência foi se espalhando lentamente até se tornar o clássico mundial dos dias de hoje”.

Agradável até para consumir puro

A bebida tem uma fórmula suave e isso faz com que seja muito agradável até mesmo quando consumida em sua forma pura. Um dos nomes que se destaca no mercado dos gins é o Tanqueray, caracterizado como um London Dry Gin (gin seco e sem açúcar), que está presente no mercado desde 1830 e possui sabor único e cítrico, com aroma acentuado de Zimbro. Além disso, outras opções são o Beefeater (com sabor suave e destaque para seu toque cítrico) e o Bombay Sapphire (com sabor único e agradável, formado por dez ingredientes distintos).

O gin virou o queridinho dos eventos. (Foto: Divulgação Dudu Drinks)
Como consumir o gin?

Como drinque, o gin costuma ser consumido infusionado. São diversas possibilidades de infusão, dentre elas, opções com ervas e temperos variados — como o cardamomo e alecrim — ou até mesmo com frutos secos, como a laranja. Grande parte dos drinques à base de gin também leva água tônica em sua composição, ingrediente que ajuda a suavizar a intensidade do álcool.

A receita clássica de Gin Tônica

A Gin Tônica (nome como essa combinação ficou conhecida no mundo todo) pode ser encontrada em diversas versões: clássica, cítrica, herbal, floral, entre outras. A receita clássica leva em sua composição 60ml de gin (à sua escolha), 1 limão siciliano e 100ml de água tônica.

copo baixo gin tonica laranja
Love Buzz: vermute infusionado com morango, hortelã e xapore de amêndoas do Sui Rooftop. (Foto: Diego Larré)
Sabor leve

Além de ser uma bebida versátil, possui um sabor leve e ideal para ser apreciado tanto no happy hour, quanto acompanhando uma refeição. Consegue ser o protagonista do evento sem sobrepor os sabores de um bom prato gourmet, mas com toda a sofisticação para acompanhá-lo. “No Sui Rooftop, você pode encontrar diversas versões desse grande clássico, incluindo opções para quem prefere um drinque mais intenso e ousado, como o Sui Negroni — coquetel de sabor amargo e achocolatado à base de gin infusionado em chocolate amargo, Campari, e vemute tinto — ou algo mais frutado e suave, como o Love Buzz — gin Tanqueray, vermute infusionado com morango, hortelã e xapore de amêndoas”, destaca Lúcio.

Para quem prefere a experiência mais pura, a dose de Gin Tanqueray 10 também está disponível na carta, além de muitas outras opções para todos paladares. O espaço do Sui Rooftop funciona de terça a domingo, a partir das 19h.

Outras combinações 

Conforme Eduardo Santos, ainda se pode variar o gin com espumante, vodka, infusão com frutas, ervas e até mesmo como Gin butterfly (flor de feijão borboleta). “As versões como caipira limão, bergamota, gengibre, vodka, se pode colocar um toque de gin para aromatizar e realçar o sabor”, sugere Eduardo, além de um delicioso clericot de frutas amarelas com gin e vinho branco.

Gin com capim limão do Dudu Drinks. (Foto: Artimagem/ Fabrício Sviroski)

No que se refere à combinação com especiarias e frutas, Eduardo Santos destaca as variações com pepino, zimbro, alecrim/tomilho, limão/pomelo, anis estrelado, framboes/pitaya, asca de laranja e gengibre.

Sui Rooftop
Porto Alegre/RS
Rua Dr. Vale, 579, – 8º andar do Hotel Laghetto Moinhos
Fone: (51) 99127-2489
Instagram/suirooftop
Facebook/suirooftop

Dudu Drinks e Caipiras
Fone: (51) 99227.2815 / (51) 3013.3361
www.dududascaipirinhas.com.br
Facebook/dududrinksecaipiras
Instagram/dududrinksecaipiras



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here