Fotos: Dea Macarons/Divulgação

No começo, estas delicadezas gastronômicas coloridas eram comercializadas com a marca Les Macarons. Mas o produto conquistou e a marca mudou, porque o consumidor passou a chamar de Dea Macarons. Isso lá em 2007, quando foi lançado no mercado gaúcho pela chef Andrea Ernst Schein, que recém saía da francesa École Lenôtre pro­ ssional, onde havia feito um curso em 2006. Neste primeiro ano do lançamento, ela foi adaptando e apresentando o produto aos gaúchos em tamanho mini, até alcançar a textura e o sabor essenciais para um macaron e até que o público pudesse experimentar a nova atração gastronômica. Doces coloridos produzidos com farinha de amêndoas, açúcar e claras, com recheios de chocolate e frutas naturais e orgânicas, os macarons da Dea têm, na sua maioria, cores pastéis, que a chef considera mais apetitosos e que levam menos anilina comestível.

E por falar em saborosos, o mais famoso é o de cumaru ou fava tonka, preferido pelo sabor e aroma desta especiaria que vem de Belém do Pará. É uma “massala natural”, com aromas de baunilha, amêndoas, canela e cravo em toques delicados e estonteantes. Outro que conquistou o público é o de erva-mate, produzido com apoio da ervateira Barão de Cotegipe. É apreciado especialmente por quem é de fora do Rio Grande do Sul.

Para Dea, os macarons são um desafi o constante, uma relação de busca pela perfeição. E estes 10 anos de produção, devem ser comemorados com macarons cada vez mais frescos, com a textura ideal, e sabores naturais. Ficou com água na boca? Pois saiba que 90% das vendas da Dea são para clientes ­ finais, por telefone, por encomenda e com a escolha de cores e sabores personalizados. Também são bastante apreciados em eventos ou locais de trabalho de outros chefs.

Porto Alegre/RS
Email: chefdea@hotmail.com
Fone: (51) 98118-1652
facebook.com/ChefAndreaErnstSchein



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here