Giuliana Marques de Oliveira e floriano spiess
Giuliana Marques de Oliveira e Floriano Spiess. (Foto: Arquivo Pessoal)

Depois de uma carreira muito bem sucedida no Rio Grande do Sul, o chef Floriano Spiess fez as malas e mudou-se para Portugal juntamente com a esposa Giuliana Marques de Oliveira.  Instalados na cidade de Cascais (25 quilômetros de Lisboa) desde setembro do ano passado, o casal transformou sua casa em antirrestaurante e vem recebendo viajantes para almoços e jantares. O cardápio tem pratos que o consagraram e também novidades mesclando a cozinha brasileira e portuguesa. 

Sem data para retornar ao Brasil Floriano pretende passar uma boa temporada em Portugal, viajando por toda Europa, para adquirir mais conhecimento. Acompanhe a entrevista e saiba mais sobre o que chef anda fazendo em terras portuguesas. 

O que te motivou a mudar para Portugal?

Floriano Spiess – Sempre foi um sonho morar em outro lugar do mundo, conhecer outras culturas, outros ingredientes. Portugal entrou nos meus planos em função de que a minha esposa tem cidadania portuguesa.

Qual foi o seu primeiro trabalho no país?

Floriano Spiess – No primeiro mês, comecei a trabalhar num restaurante em Lisboa, o Consensual, localizado no bairro Chiado. Foi uma ótima experiência inicial, pois trabalhava com menu degustação, que foi o que me tornou conhecido no Brasil. Mas resolvi sair, pois o fato de trabalhar seis dias na semana inviabilizava os outros projetos, principalmente os eventos. Mas essa experiência foi excelente para entender melhor a filosofia da gastronomia portuguesa.

“Queremos colocar a nossa casa na rota dos viajantes, especialmente os que vêm do Rio Grande do Sul”

Como está sendo a vida em Portugal?

Floriano Spiess – Estou aprendendo muita coisa nova por aqui. Os ingredientes são uma história à parte: frescos, variados, muito apetitosos! Em Cascais existem diversas hortas orgânicas e comemos frutas, legumes e verduras sem agrotóxicos. As farinhas também chamam atenção: para um apaixonado por pães e técnicas de fermentação, Portugal é um lugar único.

Tenho feito muitas experiências nessa área e obtido resultados maravilhosos! Isso que nem tenho ainda equipamentos especiais; tenho feito tudo no forno de casa mesmo. Tenho estudado muito as receitas portuguesas, provado novos sabores e criado pratos a partir da gastronomia portuguesa, acrescentando novas influências, especialmente a brasileira.

Foto: Arquivo Pessoal
No que está trabalhando atualmente?

Floriano Spiess – Abrimos um antirrestaurante em nossa casa em Cascais. Temos recebido muitas visitas de amigos em férias, estudando ou até passando temporadas ou vindo viver aqui. Isso é maravilhoso, porque queremos colocar a nossa casa na rota dos viajantes, especialmente os que vêm do Rio Grande do Sul para Portugal e que eram clientes do Floriano Spiess – Cozinha de Autor. Na semana que inauguramos a Casa do Chef Floriano foi assim: duas noites seguidas com turistas do sul, clientes que vieram para Portugal e programaram jantar em nossa casa.

Como funciona o seu antirrestaurante?

Floriano Spiess – Temos três menus diferentes: 41, 62 e 81 euros por pessoa. Em qualquer um desses três valores, pode-se fazer o jantar às cegas, deixando ao chef a opção de surpreender os comensais. Atendemos todos os dias, exceto aos domingos. Almoço ou jantar. Das 20h30 às 23h. Desde que previamente agendado, é possível fazer almoço e jantar aos domingos também.

Foto: Arquivo Pessoal
O cardápio é fechado?

Floriano Spiess – Assim como acontecia no Floriano Spiess em Porto Alegre, na novidade do antirrestaurante, as pessoas também poderão participar na elaboração do cardápio, sugerindo ingredientes, pedindo para reproduzir aquela receita de que ele tem saudade… Nossa ideia é continuarmos flexíveis para conseguir satisfazer não só os desejos, mas as necessidades dos clientes.

Como participar do seu antirrestaurante?

Floriano Spiess – Para entrar em contato e agendar: enviar e-mail para casadocheffloriano@gmail.com ou whatsapp: (51) 99915-5362 e (51) 99987-1147 e daremos os detalhes da operação. Normalmente, para fazer a reserva, pedimos o envio do comprovante de depósito por e-mail ou whatsapp. Antedemos no mínimo duas pessoas e no máximo de seis. A regra pode mudar, mediante ajuste prévio. Recomendo que acompanhem o Instagram/FlorianoSpiess para saberem das novidades.

“Vibro com a comida e creio que ela vibra comigo também”

Como avalia a gastronomia atual?

Floriano Spiess – Penso que há muitos cozinheiros bons hoje em dia. Muita gente que estuda e passa horas e horas testando na cozinha, que coloca muita paixão pela gastronomia no que faz. É importante estudar muito, pesquisar sobre os alimentos. Gosto de ver quando se valorizam os ingredientes locais e os pequenos produtores.

Nossa cozinha brasileira é admirada no mundo todo. Fico feliz quando percebo a admiração que os portugueses e os europeus em geral têm pela nossa cozinha tão rica. Penso que o que me diferencia é minha busca para criar algo novo. Gosto de criar novos pratos, sentir novos sabores, descobrir texturas. Vibro com a comida e creio que ela vibra comigo também.

O que deseja levar de Portugal quando retornar ao Brasil?

Floriano Spiess – Por óbvio que toda essa experiência aqui quero levar de volta para o Brasil, que é o meu país. Nós não perdemos o contato. Tanto eu, quanto a Giuliana, viajaremos pelo menos duas vezes por ano para o Brasil. Não temos uma data programada para ficar em Portugal, até porque recém chegamos. Nosso desejo é mostrar para os portugueses, brasileiros e outros tantos povos que aqui vivem que viemos agregar com nossa paixão pela gastronomia.

Tudo isso é experiência que queremos levar de volta ao Brasil. A gastronomia aqui é simples, mas muito bem executada. Meu objetivo é passar uma boa temporada em Portugal, viajando por toda Europa, para adquirir mais conhecimento.

Vai viajar para Cascais?
Então Procure um Hotel Aqui!



Booking.com



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here