Popular em todo o mundo, a semente é uma fonte rica em proteína, fibras, cálcio e ferro

Seja castanha-do-pará, castanha-do-brasil ou “Brazil nut”, como é conhecida no exterior, é uma semente muito prestigiada e utilizada no Brasil, que é o segundo maior produtor mundial do ingrediente, perdendo apenas para Bolívia. Na cozinha, é comum usá-la em receitas de bolo e em tortas.

De acordo com o antropólogo Raul Lody, é uma semente nativa da Amazônia. “Em função das propriedades muito nutritivas, é conhecida também como “cerne vegetal”. Foi a partir do século XVII que a castanha passou a ser utilizada como um produto comestível”, explica.

Ainda segundo Lody, entre as diversas opções para o uso culinário da semente, a torta de castanha-do-pará é uma ótima pedida para quem vai proporcionar um jantar à família e amigos, pois resgata a cultura do Brasil de uma maneira diferente.

Ingredientes:

  • 150g de castanha-do-pará sem pele e moída;
  • 200g de farinha de trigo;
  • 1 colher (chá) de fermento;
  • 300g de açúcar refinado;
  • 5 ovos;
  • 125g de manteiga;
  • 100g de ameixa em calda;
  • 1 lata de leite condensado já cozido;
  • ½ xícara (chá) de vinho do Porto tinto.

Modo de fazer:

  • Numa tigela, misture a metade do açúcar com a metade da manteiga, bata bem até que fique cremoso;
  • Acrescente os ovos e continue batendo;
  • Junte a farinha de trigo, o fermento e a castanha-do-pará moída e reserve;
  • Bata as claras em neve e a acrescente à massa suavemente;
  • Unte uma forma redonda e depois polvilhe com farinha de trigo;
  • Leve para assar em forno médio previamente aquecido.

Modo de fazer – Recheio da torta:

Bata no liquidificador as ameixas sem os caroços, o leite condensado cozido e o vinho do porto até formar uma pasta homogênea.

Modo de fazer – cobertura da torta:

Numa batedeira, bata o restante do açúcar e da manteiga até formar um glacê.

Após a torta estar assada, espere esfriar; depois, corte-a ao meio no sentido horizontal, e coloque o recheio. Então, junte novamente as duas partes, e coloque a cobertura. Reserve um pouco de castanhas-do-pará para polvilhar sobre da torta.

Por Burson Marsteller

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here