GIRO

cup3
Claudio Cupertino

Por Claudio Cupertino*

Amsterdam é charmosa por seus vários canais. Respira um ar jovial e cosmopolita, com um atrativo extra, de ser uma cidade incomum, do ponto de vista social. “A cidade de todas as liberdades”.

Amsterdam é conhecida como a cidade das bicicletas, cidade dos canais, das tulipas, dos moinhos e dos tamancos de madeira. E orgulha-se de ser considerada também, a cidade das drogas liberadas nos Coffee Shops e do sexo nas vitrines.

Na Holanda, todas as pessoas tem dinheiro para viver muito bem, morar bem, comer bem, se vestir e viajar. Com uma economia notável, sendo o quinto centro financeiro da Europa.

A cidade é cheia de museus. Entre as visitas imperdíveis está o museu  Van Gogh, com a maior coleção do famoso pintor holandês. O Rijkmuseum é o museu nacional e dedicado às artes e historia. O Rembrandt, edifício onde o pintor viveu entre 1639 e 1659. A casa de Anne Frank, talvez a mais visitada da Amsterdam, lugar onde a pequena menina judia, que escreveu o seu diário, que comovera o mundo.

Não é segredo pra ninguém que Amsterdam é uma cidade liberal. E os holandeses tem orgulho disso. Os famosos CoffeShops, que existem desde os anos 70,  oferecem aos moradores e turistas, com autorização do governo, não cafés, mas sim drogas leves, como a Maconha. Outros tipos de drogas são proibidas!

No chamado “Red  Light District” ou famoso bairro das luzes vermelhas,  atrai turistas homens e mulheres de todas as idades. Todos querem passar pelo menos uma vez pelas ruas cheias de vitrines, com belas modelos e outras nem tão belas assim rsrs, vivas e a venda.

Isso mesmo, a profissão mais antiga do mundo é legalizada em toda a Holanda. Tem todos os direitos garantidos pelo governo, assistência médica, direitos trabalhistas e fiscalização para boas condições de trabalho.

Muitos turistas vão à Holanda para ver as famosas Tulipas. São canteiros quilométricos delas e de todas as cores.  Mas muitos se decepcionam e esquecem que, as Tulipas tem época certa. É durante a primavera, de Março a abril. Fora desta época não é possível ver as Tulipas. O melhor lugar para ver as flores, incluindo as Tulipas, é no famoso parque Keukenhof, que só abre na primavera.

Mas em primeiríssimo lugar, o que mais chama a atenção em Amsterdam são as bicicletas. São milhares delas, por todas as partes, compondo o visual charmoso e romântico da cidade. Uma pesquisa feita pelo governo, “são 800 mil habitantes, 900 mil bicicletas, 4 vezes mais que o numero de carros”. Na Holanda é possível pedalar com segurança pelas ciclovias. Conhecer Amsterdam sob duas rodas é uma experiência inesquecível. Alias, vale a pena se deslizar de bike pelos bairros, ruas e canais. Sentir de perto o dia a dia dos locais. É como viver em um lugar em que a bicicleta é parte indispensável da rotina e o meio de locomoção de todas as classes sociais.

A comida não é o forte dos holandeses. Não há muitos pratos e restaurantes típicos da culinária dos países baixos. Mas não faltam as melhores versões da culinária de diversas partes do mundo. Restaurantes de comida italiana, vietnamita, mexicana, tailandesa, grega e ate brasileira estão espalhados em volta das praças Rembrandt e Leidseplei. Mas se você insiste em algo tradicional, uma opção é provar a tradicional “torta de maçã com nata ou Chantilli” em um café à beira de um dos canais. É possível encontra-la desde locais simples ao pico dos restaurantes mais chiques.  É difícil dizer onde está o charme e o encanto de Amsterdam. Mas no mundo, existem 2 cidades que eu voltaria varias vezes, como se fosse a primeira: Paris e Amsterdam.

Abaixo vamos às dicas gastronômicas da cidade.

Satallite Sports Café

10846961_10204179097295766_4539543_n

Suculenta costela de porco defumada  ao molho barbecuie. Acompanha batata cozida e molho caseiro. O restaurante é super conhecido por toda Amsterdam. Além de delicioso, o preço também é compensador. 9,95 Euros. Para acompanhar, peça uma Heineken, cerveja original da Holanda.

Seasons Restaurant

10850941_10204179096815754_1481989989_n

Carré de Cordeiro, suave e delicioso. Servido com salsa grega, queijo Feta,  hortelã e molho de cebola. Seleção de legumes frescos, crocantes  e Purê de batata. Tradicional prato grego.

Café American

10841736_10204179103375918_884025742_n

O Café American fica no luxuoso Amsterdam American Hotel, originalmente construído em 1902. O Café possui um cardápio em constante mudança. Ideal para um almoço ou um jantar. Mas a minha dica é a Torta mais famosa de toda Holanda. Appelgebak Met Slagroom, ou simplesmente Torta de Maçã com Chantilli.

Bussia

10833680_10204179098535797_377751073_n

Para o jantar, o Bussia oferece um cardápio mais extenso. É recomendado o menu degustação de 6 pratos, “ antipastos, massas, risotos, carnes, peixes e sobremesas”,  para capturar a experiência completa, saboreando perfeitamente, com sugestões de vinhos deliciosos para cada prato.

Van Gogh Museum Café

10846634_10204179095255715_1675165238_n

Pra quem aprecia arte, o museu Van Gogh é um dos mais belos museus de Amsterdam e possui um acervo gigantesco do artista. Ainda pode ganhar tempo e almoçar no delicioso restaurante do Museu, o Van Gogh Museum CAFÉ.  Com um cardápio incrível de cafés, saladas, chás ingleses, tortas. Ambos valem a visita!

* Claudio Cupertino é artista plástico e Caçador de Sabores



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here