Fotos: Néia Dutra

Tradição, sabor, qualidade e atendimento de excelência. Esses são os atributos que levaram a Cantina Cândido Valduga mais uma vez a vencer nas categorias Melhor Cozinha Italiana e Melhor Galeto de São Leopoldo. No entanto, a preferência do público não se limita aos moradores da cidade ou região do Vale do Sinos, a fama de “comida boa” já atravessou regiões do Estado e muita gente vem de longe, normalmente aos domingos, para saborear o almoço típico italiano. E o melhor, volta sempre!

É para essa clientela fiel que a proprietária Maria Eli Valduga dedica-se há 17 anos na qualidade do cardápio que serve. Fazendo questão dos pratos sempre quentes, receitas caseiras, temperos e verduras orgânicas e muito carinho ao receber as pessoas. Esse é o diferencial da Cantina. O atendimento especial para cada cliente, o cuidado com cada detalhe que vai desde a apresentação dos pratos à decoração do salão.

A Cozinha Italiana da Valduga oferece todos os dias, das 11h30 às 14h30, o rodízio de massas e ­ lés e um bufê com mais de 30 opções de saladas. As massas principais produzidas na Cantina supervisionada de perto por Maria Eli, são o espaguete, tortéi, nhoque entre outros tipos que podem ser degustadas com um dos 10 molhos oferecidos para acompanhamento. Os favoritos são os molhos bolonhesa, seguido pelo manteiga com tomate seco, carbonara, funghi e ao sugo.

Além disso tudo, ainda são servidos pãezinhos com pastas especiais na entrada, polenta frita entre outras gostosuras. Os ­ lés do rodízio não deixam a desejar. São carnes nobres feitas na hora a gosto do cliente. Mas não são os preferidos. O sucesso ­fica com os porpetones, que são os mais pedidos no almoço, servidos com molho de tomate ao sugo.

Na Valduga são atendidas em torno de 50 pessoas por dia apenas para o almoço e nos ­ fins de semana esse número dobra, principalmente aos domingos, dia de galeto. Falando nele, o galeto é o prato da noite, podendo ser apreciado entre 19h30 e 23h30. Servido apenas para o jantar e nos ­ ns de semana, é feito com um tempero especial produzido pela própria Maria Eli. Enquanto o cliente aguarda seu galeto quentinho chegar à mesa, vai degustando uma entrada dos deuses, composta por tábua de frios, pão caseiro, patê, polenta frita e brustolada e a sopa de capeletti. Para acompanhar o protagonista da noite, o galeto ao primo canto, tem salada verde variada, salada tropical, costelinha de porco com abacaxi, ­ filé na chapa e massas. A comida é servida conforme a chegada do cliente, à francesa e na temperatura ideal.

Na carta de bebidas, os vinhos da família, da Casa Valduga, também chope e sucos. Para a sobremesa, doces caseiros, como ambrosia e doce de abóbora. O almoço aos domingos é das 11h30 às 15h30 e a casa não abre às segundas.

São Leopoldo/RS
Rua Coelho Neto, 78
Fone: (51) 3588-9800
www.ccvalduga.com.br



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here