Todos os anos, entre os meses de janeiro, fevereiro e março, a Serra Gaúcha comemora a colheita da uva. São meses de intenso trabalho para centenas de famílias que têm nessa atividade seu sustento. No dia 23 de janeiro, o Instituto R. Dal Pizzol também celebrará esse momento único, que enaltece o trabalho do viticultor, com a colheita simbólica no Vinhedo do Mundo.

Pelo sexto ano consecutivo, o Instituto convidará um seleto grupo de pessoas para brindar o vinho e a solidariedade entre as nações, enaltecendo as tradições e o patrimônio da cultura do vinho. O evento acontece no Ecomuseu da Cultura do Vinho, na Rota Cantinas Históricas, no distrito de Faria Lemos, em Bento Gonçalves/RS.

Considerada uma das três maiores coleções de uvas privadas do planeta, a maior da América Latina, o Vinhedo do Mundo promete se tornar um dos ícones da civilização do vinho no Brasil. A coleção já reúne 400 variedades de mais de 30 países dos cinco continentes, sendo 350 em plena produção. O objetivo é cultivar as variedades no pequeno espaço de 0,7 hectare, cuja colheita tornou-se, a partir de 2011, um ritual cultural do Instituto R. Dal Pizzol.

Após a colheita, as uvas passarão pelo processo de vinificação e serão envasadas para comporem o VINUMMUNDI 2015, resultado da vinificação de 165 variedades de uvas de 28 países colhidas no ano anterior no Vinhedo do Mundo. O VINUMMUNDI não é um vinho comercial, mas cultural, ou seja, expressa e simboliza a solidariedade dos povos e sua cultura.uva_serra

Durante o ano, o Vinhedo do Mundo pode ser visitado por aficcionados, estudiosos e interessados de segunda à sexta-feira, das 9h às 11h40min e das 13h30min às 17h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h30min. Para grupos é preciso agendar reserva pelo telefone 54 3449 2255/ Fax 54 3449 2222 ou e-mail dalpizzol@dalpizzol.com.br



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here