A data 24 de abril é o marco oficial para comemorarmos o Dia do Chimarrão e o Dia do Churrasco, porém estes dois símbolos gaudérios estão presentes no dia-a-dia dos gaúchos. Seja para alimentar a tradição ou para se reunir com amigos e família, ambos são heranças dos pampas passadas de pai para filho.

A origem do Churrasco

O churrasco não possui uma data certa de origem, porém, ao que tudo indica, desde a descoberta do fogo, os nossos antepassados começaram a desenvolver o hábito de cozinhar a carne da presa. Isso porque perceberam que assim ela ficava mais macia. Depois de muitos e muitos séculos, os índios desenvolviam o costume de assar a carne sobre grelhas de madeira. Assim a carne era conservada durante um período mais longo. Com o passar do tempo as técnicas foram sendo aperfeiçoadas entre caçadores e criadores de gado. Na América do Sul, a primeira grande área de criação de gado foi o pampa, ou seja no Rio Grande do Sul, Uruguai e Argentina. A carne assada era a refeição mais fácil de se preparar quando se passava dias fora de casa. Bastava uma estaca de madeira, uma faca afiada, um bom fogo e sal grosso para preparar o prato típico. Hoje o churrasco é um símbolo da nossa tradição e ainda não precisamos mais do que os gaúchos de antigamente precisavam para assar a carne.

churrasco_dia

A origem do Chimarrão

Os primeiros a sentar em roda e dividir um bom mate foram o povo guarani. Com cuias feitas a partir do porongo, da aspa de boi, da madeira ou da taquara, os índios compartilhavam a bebida tradicionalista entre si. A bomba era chamada de Taquapi, pois era feita a partir da taquara. Com a chegada dos europeus, o mate foi proibido pelos jesuítas durante um tempo. Isso porque os padres viam o costume como um ritual pagão, porém a tradição foi mais forte e logo liberada. Hoje o chimarrão é conhecido por todo o Brasil e também a bebida típica de outros países dos pampas.

mate_gaucho



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here