Crédito: Divulgação

Porto Alegre acaba de ganhar um restaurante com atmosfera intimista e aquele charme que muitos cantinhos escondidos em Nova Iorque tem. Principalmente pela decoração do lugar, que mistura a clássica arquitetura de uma residência dos anos 50 com elementos de casa e brinca com essa relação entre o aconchego do lar e despojadas peças de design retrô.

103-Retro-lounge
Crédito: Divulgação

O restaurante nasceu de um sonho antigo dos três proprietários que hoje representa uma das grandes satisfações pessoais do trio. Idealizado por Cadu Mayresse, a irmã Carla Mayresse e o amigo Renato Lopes, o 103 Retro Lounge oferece uma cozinha contemporânea e genuína, criada a partir da vontade de empreender em gastronomia, mesmos em nenhum dos sócios ser do ramo. Cadu Mayresse é o Chef da casa e arquiteto em horário comercial. Quando entra na cozinha se diz “realizado” e, a partir das 19h30 de quarta a sábado, ele inicia a segunda jornada do dia, que neste caso, não tem nem cara nem sentimento de jornada, está mais para um hobby prazeroso: “Eu sempre gostei de cozinhar. Fazia isso direto para os amigos, em grupos de até 10 pessoas. Até que um dia me deparei cozinhando para 50, 70 pessoas em aniversários aqui em casa. Um dia, em uma conversa com minha esposa, decidimos que era aqui mesmo que queríamos colocar o nosso negócio. Transformamos a moradia, há 60 anos da família, neste espaço acolhedor e com alma de casa” conta Cadu.

A delicadeza na apresentação dos pratos e a pessoalidade com que cada um é escolhido para fazer parte do menu merece destaque. Desde o soft opening do 103 Retro Lounge, há algumas semanas, duas criações estão entre as favoritas dos novos e satisfeitos clientes: a massa aos camarões e o risoto de maçã verde com filé alto.

A casa no bairro Petrópolis ainda conta com um espaço externo bem convidativo para o happy hour nos dias de sol e calor já que o 103 Retro Lounge oferece boa carta de drinks, cervejas artesanais e vinhos. A dica é se abrigar na sombra da centenária árvore que decora a entrada do lugar. O local comporta até 54 clientes e oferece um espaço privado em sala separada para comemorações íntimas de até 8 pessoas.

Crédito: divulgação
Crédito: divulgação

Um pouco sobre o 103 Retro Lounge
A inspiração surgiu de viagens feitas pelos sócios a Europa e América Latina. Carla Mayresse, viajou três vezes com longas estadias pela Itália. Mesmo sem nenhum plano de abrir um restaurante naquela época, Carla registrava tudo o que gostava de comer, ideias de restaurantes, pratos diferentes, algo que pudesse servir de influência no futuro. Talvez por saber do sonho do irmão, Cadu, de um dia, quem sabe, estar a frente de um restaurante. Gosto por cozinhar Cadu sempre teve. Vários anos depois e com uma carreira consolidada como arquiteto, sócio na empresa 4d arquitetura, Cadu finalmente colocou a vontade de empreender na gastronomia como uma meta de vida. Para isso teve o apoio do amigo Renato Lopes, e assíduo frequentador dos jantares entre amigos que Cadu e a esposa promoviam, se mostrando um grande admirador da gastronomia promovida ainda de maneira informal por Cadu.

Crédito Famintas Comunicação em Gastronomia



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here