A pergunta se repete tanto em lugares simples quanto nos sofisticados, mas na verdade é um questionamento errado. Espumante é um vinho. O que é óbvio para alguns, ainda surpreende muitos outros. A diferença básica é que o espumante é elaborado de uma forma especial, que preserva o gás carbônico produzido naturalmente durante a fermentação. Por isso, esses vinhos contêm gás visível em pequenas bolhas, que trazem ao paladar uma sensação diferente e agradável.

Existem vinhos espumantes em praticamente todos os países vinícolas, como as cavas na Espanha, o sekt na Alemanha e o asti e o prosecco na Itália. Na França,champagne é denominação para os espumantes  produzidos na região que leva esse nome e cremant para os espumantes produzidos na região da Alsace.  Nos outros lugares do território francês eles são mousseux(espumantes), mas na verdade, é bem comum chamarem todos de champagne, seja lá qual for a procedência!

Pelo mundo inteiro, a maioria dos espumantes é elaborada através dos métodos criados e utilizados na França: Champenoise (fermentação na própria garrafa)  e o Charmat (com fermentação em tanques antes de ser engarrafado). Durante muito tempo se acreditou que o champenoise, método artesanal, mais demorado e delicado, garantia a qualidade dos espumantes.
A vinícola Chandon prova que não necessariamente.

Quer saber por quê?
Essa e outras curiosidades sobre a produção dos melhores espumantes no Brasil serão abordadas pelo enólogo François Hautekeur em nossa imersão borbulhante de 15 a 17 de abril no Hotel Casacurta. A programação inclui visita, aula e degustação dentro da própria Chandon em Garibaldi, além de jantar harmonizado com produtos da vinícola.

O pacote completo com duas diárias com café da amanhâ, uma ceia, uma oficina de focaccia + almoço, atividades na Chandon, transporte ida volta do hotel para a vinícola e jantar harmonizado no hotel, tem valor único de R$ 650 por pessoa em apartamento duplo luxo.

Mais informações e reservas: mesaprodutora@gmail.com ou pelo fone /whats app 51 8029 1235.

Crédito: Rejane Martin -Mesa Produtora



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here