Um alerta para quem adora saborear o camarão durante o verão. Um vírus, chamado mancha-branca, atingiu a região nordeste do país, localidade que detém 95% da produção nacional. Segundo o diretor da Frumar, empresa referência na importação e comercialização de frutos amor, Ederson Krummenauer, o mercado sentirá a escassez do produto e o consumidor não encontrará o  camarão fresco nas gôndolas tão facilmente. “O nordeste é responsável pelo abastecimento de camarão em todo o país. Com a mancha-branca, cerca de 75% da produção já foi atingida. Certamente, isso resultará numa menor quantidade do produto à disposição e no preço também, que tende a subir”, afirma.

Apesar de inofensivo aos humanos, mesmo se consumido, o vírus é letal para o crustáceo. A estimativa, segundo o executivo, é de que a produção normalize pelo final de 2017. Na falta do produto para a temporada, a alternativa é ampliar o cardápio, buscando outros pescados e frutos do mar que sejam do gosto do consumidor.

Por BMA Comunicação e Marketing



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here