Créditos: Divulgação

Através de garrafas retornáveis comercializadas por R$ 10,00, consumidores são estimulados a provar chopes produzidos na região. Aplicativo aponta os locais para recarga

Foi partindo da observação sobre o uso de growlers (garrafas retornáveis com fechamento hermético utilizadas para que o consumidor leve o chope para casa), que um grupo de bares e cervejarias de Florianópolis (SC) decidiu criar um movimento que estimule as pessoas que gostam de cerveja a provarem os rótulos produzidos na região.

Chamada de Eu Bebo Cerveja Local, a iniciativa tem uma dinâmica simples: em 13 bares e cervejarias, é possível adquirir uma garrafa de 1 litro por R$ 10,00. Em seguida, é só baixar o aplicativo homônimo, disponível para iOS e Android, e conferir quais são os pontos de recarga mais próximos, com horários de funcionamento, chopes disponíveis e valores.

De acordo com um dos idealizadores, Idney José da Silva Jr. (conhecido como Nuno), o movimento começou a sair do papel com a compra coletiva de 2,5 mil growlers. Eles chegaram há cerca de um mês e um novo pedido já foi feito. “O resultado está muito acima do que esperávamos. Mas vamos mais longe: queremos inundar a região com marcas locais e oferecer uma alternativa barata para que o consumidor possa valorizar o que é produzido aqui”, diz.

Outro benefício é que ele consome a cerveja na pressão, sem o processo de pasteurização. “É uma bebida considerada mais fresca e que dura até sete dias na geladeira”, complementa Nuno.

A Associação das Micro Cervejarias da Santa Catarina (Acasc) já se posicionou favorável ao movimento. “A iniciativa foi apresentada na nossa última reunião e gerou outras várias ideias para os associados presentes. Vamos estudar possibilidades de levar o Eu Bebo Cerveja Local para todas as regiões do estado”, confirma o presidente da entidade, Carlo Lapolli.

Participam atualmente do Eu Bebo Cerveja Local os bares Liffey Brewpub, Books & Beers, Coza Bar, DesteHop Chopp, Bar Ilustríssimo e O Viking. As marcas integrantes são: Cervejaria da Lagoa, Cervejaria Vodu, Cervejaria Coza Linda, Cervejaria Kairós, Cerveja Sambaqui, Klaus Bier, Cervejaria Armada, Cervejaria Unika e Liffey..

Sobre a Acasc
Fundada há dois anos para representar as cervejarias artesanais catarinenses, a Associação das Micro Cervejarias de Santa Catarna (Acasc) é uma entidade privada sem fins lucrativos que reúne produtores de cerveja e fornecedores do negócio. São cerca de 30 associadas de diferentes cidades do estado.

Outra luta da associação é a redução da carga tributária, em especial o ICMS. No entendimento da entidade, ele deve ser equiparado ao vinho artesanal que atualmente já possui um tratamento diferenciado em Santa Catarina.

Por Melz Assessoria de Imprensa



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here