28 Dicas essenciais para deixar sua salada mais gostosa e saudável.

*** QUE TIPO DE SALADA?

 
1 – Saladas Saudáveis Uma salada bem escolhida, com o equilíbrio entre os ingredientes unido a um molho apropriado, é a mais saudável das refeições. Se você está preocupado com a ingestão de calorias, prepare saladas pobres em gordura e ricas em proteínas.

* Alface – A alface não contém gordura ou colesterol e é pobre em carboidratos. Muitos tipos contêm pouco ou nenhum sódio.

* Tomate  – Os tomates não contêm gordura ou contêm gordura ou colesterol e apresentam baixos níveis de sódio e carboidratos.

*Aipo – O aipo não contém colesterol ou gordura, e é pobre em carboidratos.

* Pimentões – Os pimentões não contêm colesterol ou gordura, e são pobres em sódio.

Ingredientes ricos em calorias –Se você está controlando o peso, evite incluir em sua salada bacon, abacate, nozes e queijos gordos. Substitua o creme azedo ou a maionese por iogurte natural desnatado.

2 – Saladas Sazonais Quando preparar uma salada, tire vantagens das safras e escolha ingredientes que estejam no auge de seu frescor e sabor. Alguns deles são encontrados durante todo o ano, como é o caso do espinafre, que pode usar em saladas com molho de bacon quente ou vinagrete. Nos meses do verão, inclua nas saladas frutas da estação. Nos meses mais frios, uma aquecedora salada de lentilhas é muito bem-vinda.

* Melão Os melões são excelentes quando incluídos em saladas nos meses quentes do verão, principalmente se misturados a tomates-cerejas.

*Espinafre Faça uma salada primaveril com folhas novas e frescas de espinafre, bacon e um molho à base de vinagre de vinho tinto.

* Funcho Sirva com peras maduras cortadas em fatias, molho de gorgonzola e nozes crocantes, numa refeição outonal.

* Repolho-Roxo Misture repolho-roxo e branco numa cremosa salada que acompanha bem um rosbife no inverno.

3 – Saladas como Entradas Não existem regras fixas sobre quando servir e quando servi-la como prato principal. Em geral, as saladas simples sãoas melhores entradas. Salada de folhas mistas, salada grega, salada de cenoura com aipo-rábano, alho-poró ou aspargos ao vinagrete, salada de mussarela e tomate, salada mediterrânea, salada de camarões e abobrinha ou de repolho cru cortado fininho são ideais para começar uma refeição.

4 – Salada como Pratos Principais As saladas servidas como pratos principais com freqüência contêm carne ou peixe e são mais substanciosas. Salada niçoise, com atum fresco ou enlatado, salada de frango Waldorf, salada de macarrão com mexilhões ou mariscos, frango teriyaki, salada tropical de frango e salada de arroz selvagem com peru são todas excelentes opções de pratos principais. Sirva-as sem acompanhamento ou com uma saladinha de alface e outras folhas temperada com um molho vinagrete básico.

*** INGREDIENTES PARA SALADAS

– Ingredientes Básicos A maioria das receitas utiliza a tradicional alface de pé redondo ou a alface-romana, e também folhas verdes como espinafre ou repolho; porém, é ampla a variedade de ingredientes que podem ser incluídos. Acentue o sabor das saladas com ervas frescas. Inclua-as no molho ou misture-as à salada.

6 – Utensílios Básicos Para preparar uma salada, são necessários poucos utensílios, mas alguns itens básicos são vitais. Use uma faca de cozinha afiada para picar,uma faca de lâmina estreita para cortar peixes e pepinos e uma faca pequena para cortar vegetais. Use um escorredor para secar os vegetais e um batedor (do tipo usado para bater ovos) para fazer os molhos.

7 – Folhas Essenciais e Folhas Raras A extensa variedade de folhas que pode ser encontrada durante todo o ano, vindas até mesmo de outras regiões, significa que não lhe faltarão ingredientes sugestivos no preparo de suas saladas. Cada combinação produz seu próprio sabor, portanto procure sempre equilibrar os ingredientes para obter a melhor mistura de cor, sabor e textura, e garantir o sucesso de sua salada.

* Alface-Romana O frescor da textura e a suavidade do sabor desta espécie de alface combinam bem com sabores fortes.

* Endívia De textura resistente quando crua, a endívia faz uma bela combinação com o abacate.

* Alface A variedade de folhas mais rígidas é adequada para quase todas as saladas.

* Almeirão Possui um sabor pronunciado.

* Chicória-Crespa Seu sabor picante incrementa qualquer salada.

* Radicchio (Chicória-Vermelha) Mantém seu sabor bem-definido, mesmo junto ao mais forte dos sabores.

* Alface Francesa As folhas castanho-avermelhadas desta espécie de alface acrescentam cor e qualquer salada.

* Alface-de-Cordeiro (Erva-Benta) Suas folhas de delicada textura são o complemento perfeito para outras folhas de sabor mais forte.

* Frisée de Ruffée Como a chicória-crespa, a frisée de ruffée apresenta um sabor levemente picante que contrasta bem com outros sabores.

* Rúcula De sabor picante, a rúcula acompanha melhor carnes de sabor pronunciado.

* Lollo Rosso Seu sabor característico destaca-se em meio a outros sabores

* Agrião O forte sabor do agrião, semelhante ao da mostarda, indica que ele deve ser usado com comedimento.

8 – Como Lavar e Secar Folhas para a Salada As folhas devem ser muito bem lavadas para livrá-las das impurezas e da terra e para que fiquem mais frescas. Mergulhe as folhas numa tigela cheia de água fria e deixe-as de molho por alguns minutos. Pode-se preparar as folhas antecipadamente, envolvendo-as frouxamente em toalhas de papel ou num pano de prato, após lavá-las e secá-las. Guarde na geladeira, por 1 ou 2 horas.

9 – Ervas Essenciais Ervas frescas incrementam qualquer salada e podem ser usadas para complementar ou realçar o sabor dos ingredientes ou para decorar o prato já finalizado.

* Cebolinha Verde Uma espécie mais suave de cebola, deve ser usada com comedimento.

* Hortelã A hortelã tem um sabor forte e suas folhas podem ser usadas em molhos ou como decoração

* Coentro As folhas têm um sabor amargo e almiscarado.

* Salsa Rica em vitaminas e minerais, a salsa com frequência é usada como adorno do prato.

* Manjericão De sabor intenso e picante, o manjericão acompanha bem pratos com tomates.

*Estragão Doce e picante, é ideal para acompanhar frangos.

10 – Como Picar as Ervas A maioria das ervas é picada, bem miudinha ou não, antes de ser misturada aos outros ingredientes. As mais delicadas, como o estragão, por exemplo, esmagam-se com facilidade, portanto não as piques em excesso. Arranque as folhinhas dos talos, empilhando-as sobre uma tábua. Usando ambas as mãos, faça com a lâmina da faca o movimento de gangorra, até que as folhas tenham o tamanho desejado.

11- Pimentões Todos os pimentões ainda não amadurecidos são de cor verde, mas, quando amadurecem, adquirem muitas tonalidades: quanto mais maduro e colorido o pimentão, mais doce e menos acentuado o seu sabor. Os pimentões são muito apreciados por sua textura.

* Pimentão Vermelho Quando maduros, os pimentões vermelhos são adocicados e suculentos.

* Pimentão Amarelo Esta espécie tem um sabor doce.

* Pimentão Roxo Este não é facilmente encontrado, mas acrescenta cor à salada.

* Pimentão Branco De sabor suave, oferece um quê de exotismo a qualquer salada.

12 – Como Preparar o Pimentão A única parte do pimentão que não pode ser comida é o centro. Para removê-lo, faça um corte circular em torno do talo com firmeza e gire, enquanto o puxa, separando-o da polpa. Corte o pimentão em anéis ou corte-o ao meio, depois em palitos ou cubos.

13 – Pimentas Fortes As pimentas chilli, semelhantes à malagueta, variam em sabor, indo do suave ao muito picante. Como regra geral, quanto menor a pimenta mais ardido o sabor. Pimentas fortes não agradam a todos e devem ser usadas com moderação, pois seu sabor irá permear os outros ingredientes.

14 – Como Preparar a Pimenta Acrescente essas pimentas a um molho vinagrete para temperar saladas de feijões, entre outras. Se a pimenta for muito forte, extraia as sementes e as partes brancas, que são as mais picantes. Como medida de precaução, use sempre luvas de borracha quando manusear pimentas frescas ou secas, pois elas contêm óleos voláteis que podem irritar ou queimar sua pele e seus olhos.

15 – Tomates Ao lado das folhas, os tomates formam o esteio de muitas saladas, acrescentando sabor e cor à refeição e também funcionando como um complemento decorativo aos pratos.

* Tomate Comum Corte-o em pedaços antes de servir.

* Tomate-Pera Esta espécie tem a polpa carnuda e um sabor adocicado.

* Tomates-Cerejas Sirva estes tomatinhos inteiros ou cortados ao meio.

* Tomate-Grande Esta espécie fica muito bem servida em rodelas.

16 – Como Despelar o Tomate A única forma de tirar a pele de um tomate sem ferir sua polpa é mergulhando-o em água fervente. Deixe o tomate na água até 15 segundos, dependendo de ele estar muito maduro ou não. Assim que a pele começar a soltar-se da polpa, encrespando, tire-a e, quando esfriar, puxe o restante da pele com os dedos ou com a ajuda de uma faca pequena.

17 – Vegetais Essenciais Os vegetais aparecem em várias receitas de saladas. Tubérculos, como as batatas, devem ser cozidos antes de misturados ao molho, mas as cenouras e os cogumelos podem ser utilizados tanto crus quando cozidos. Pepino, aipo e cebolinhas são consumidos crus nas saladas.

18 – Carnes na Salada Inclua carne nas saladas para torná-las mais substanciosas. Fatias de frango cozido, peru defumado ou peito de frango marinado, fatias de salsinha ou lingüiça apimentadas, tirinhas de carne assada, fatias de presunto de Parma ou presunto defumado, e fatias de bacon picadas podem ser usados em saladas de vegetais para criar uma refeição satisfatória.

19 – Peixes na Salada Assim como a carne, o peixe também pode ser usado em saladas para acrescentar tanto substância quanto sabor. Salmão, truta e atum, entre outros, podem ser cozidos, fritos ou grelhados, enquanto os frutos do mar – como mariscos, camarões e mexilhões – devem ser cozidos ou preparados sauté. As vinhas-d alho podem ser usadas para acentuar o sabor. Peixes como a enchova têm um sabor muito forte, portanto use-os sempre com comedimento para que não sobrepujem os outros ingredientes.

20 – Nozes e Afins na Salada Adicione nozes às saladas para lhes dar uma textura caracteristicamente crocante. Nozes, avelãs, amêndoas e castanhas-do-pará torradas, assim como amendoins descascados, tostados e sem sal, são apenas algumas das diferentes variedades que podem ser incluídas. A maior parte delas podem ser consumidas crua, ou torrada para fazer aflorar todo o seu sabor.

21 – Queijo na Salada Queijos como o parmesão, o feta e o mussarela, além das variedades “azuis”, como o gorgonzola e o roquefort, dão um gostinho especial a qualquer salada. Utilize queijos com parcimônia na salada; caso contrário, seu sabor dominante pode se sobrepor aos sabores dos outros ingredientes.

* Mussarela Fatiado, o queijo mussarela macio é o acompanhamento ideal para fatias de tomate-pera.

* Ricota Um queijo fresco como o ricota pode ser misturado a ervas ou nozes e servido com alface.

* Parmesão Rale queijos de consistência dura, como o parmesão, e polvilhe sobre a salada.

22 – Macarrão na Salada A textura macia e pastosa das massas dá volume e complementa os ingredientes de sabores mais fortes, tais como a carne ou o peixe, que são a elas misturados. Sirva com um molho vinagrete bem temperado com ervas, para acentuar o sabor geral e, como toque final, polvilhe com queijo e parmesão.

23 – Frutas na Salada Frutas cítricas, particularmente o limão, proporciona um delicioso toque ácido à salada, mas praticamente qualquer fruta consiste num refrescante ingredientes. Experimente figos, maçãs, framboesas, mangas e melões frescos.

* Figos A doçura dos figos frescos faz um casamento perfeito com o sal dos queijos, por exemplo.

* Manga Acrescente cubinhos de manga a saladas com frango

* Maçã Fatias de maçã ácida complementam folhas de alface e rodelas de pepino.

*** COMO TEMPERAR A SALADA

24 – Escolhendo o Molho Certo Combinar o molho com os ingredientes é o segredo para o sucesso de uma salada. Como regra básica, use um molho vinagrete delicado para sabores suaves e sutis, e um molho mais forte, com mais personalidade, para sabores mais pronunciados.

25 – Que Tipo de Vinagre? Ao preparar um molho vinagrete, escolha entre os vinagres de vinho tinto ou branco, de xerez, de sidra, de vinho de arroz ou até mesmo um vinagre de champanhe. O vinagre balsâmico dá ao molho um forte sabor de frutas. Você pode contar ainda com um vinagre de vinho aromatizado com ervas e especiarias.

26 – Que Tipo de Óleo? Cada óleo tem seu próprio sabor característico. Combine o óleo aos ingredientes de sua salada. O óleo de amendoim é suave, o azeite de oliva tem um risco de sabor, os óleos de avelã e de nozes são bem característicos e o de girassol é quase sem sabor. Misture óleos, como o de girassol com o de avelã, por exemplo, para obter um sabor mais suave.

* Azeite de Oliva Extravirgem O azeite de oliva é classificado segundo seu nível de acidez. O extravirgem tem o nível mais baixo e o azeite virgem o mais alto.

* Azeite de Oliva em Infusão Alguns azeites extravirgem italianos sofrem uma infusão com trufas ou limão. Os azeites franceses com frequência são misturados a ervas.

27 – Como fazer Molho Vinagrete A receita tradicionalpara um molho vinagrete segue o princípio de uma parte de vinagre para três de óleo, mas essas quantidades podem variar segundo o paladar de quem faz e os outros ingredientes que estão sendo usados. Acrescente à receita básica ervas frescas,como alecrim ou tomilho.

28 – O que Acrescentar a um Vinagrete Além de ervas como alecrim, tomilho, hortelã, orégano, cebolinha verde, salsa ou estragão, existem muitos outros ingredientes que podem ser incluídos para dar sabor a um molho vinagrete básico. Alho, cebola, pimentas, raiz-forte, nozes, mel, sementes e purê dealgumas frutas, como framboesa ou amora, por exemplo, podem ser utilizados com ótimo resultado.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here