Os gaúchos André e Adelino são os vencedores da Batalha dos Cozinheiros (Fotos: Eduardo Enomoto/R7)

André e Adelino são os grandes vencedores da Batalha dos Cozinheiros. A dupla gaúcha levou a melhor contra Juan e Priscila na final do reality show, exibida ao vivo nesta terça-feira (27), e conquistou R$ 200 mil em prêmios.

Para vencer a competição, além de cozinhar para Buddy, eles tiveram o desafio de agradar o paladar de Rodrigo Faro e alguns ex-participantes do reality. A dupla precisou fazer um almoço de domingo, do jeito que o convidado Rodrigo Faro costuma fazer em sua casa. Para ajudar nessa tarefa, os participantes contaram com a ajuda de suas famílias. A dupla levou pra casa R$ 100 mil e mais dois carros zero quilômetro.

Ao longo da disputa, os cozinheiros mostraram a tradição da cozinha gaúcha. Buddy sempre gostou da criatividade e ousadia que os dois usavam para elaborar os pratos. O bom humor também foi uma das marcas registradas de André e Adelino.

Em uma final eletrizante contra Juan e Priscila, os rapazes brilharam e foram ovacionados pela plateia na Batalha dos Cozinheiros, na tela da Record.

Na avaliação de Adelino, a dupla tinha tudo para ser apontada como “má” no jogo.

— Foi muito louco! Quando entramos, a galera achou que a gente era os ogros, os caras tatuados, barbudos, que a gente ia só ser malvado e caiu a nossa máscara. A gente não consegue ser assim. A gente foi o que a gente é. A gente não fez jogo, não fez papel.

Diferente da provável fama, a dupla vencedora acabou sendo considerada a mais simpática do jogo. Avessos a polêmicas, Adelino avaliou que a atitude ajudou a chegar ao topo.  E eles entregaram o segredo para a conquista do título de campeões – “Fugir da treta”.

— É uma estratégia, mas é o que a gente é. Somos os caras que vivem fugindo da treta. Se tem um problema, a gente tenta entender porque está acontecendo aquele negócio e como é que resolve. Porque todo mundo é legal. Às vezes, você está com um problema e tem que descobrir isso. A gente foi ali o que a gente é mesmo.

andre-e-adelino-sao-os-campeoes-do-batalha-dos-cozinheiros-2016-1
André vibra com o anúncio de Buddy Valastro

André complementou o raciocínio do amigo.

— Normalmente, a gente é assim. Quem conhece sabe. Tanto que a gente até ficou com medo de acharem que a não tínhamos uma estratégia. A estratégia que adotamos foi sermos nós mesmos e, no fim, a gente não sabia que as pessoas iam ver isso como uma característica e algo positivo. Foi excelente a gente ser visto assim.

Enquanto se dividia entre selfies pedidas por fãs e abraços recebidos da plateia, Adelino tentou descrever a satisfação de ter chegado tão alto e faturado a bolada.

— Cara, isso é a solução dos problemas. A gente vai poder tocar os nossos projetos, mostrar que comida simples é muito fácil de fazer e que todo mundo pode fazer. Às vezes, o cara cozinha em casa e acha que é muito difícil fazer. É fácil! Vamos lá, vem com a gente que a gente vai mostrar que é fácil.

Já André confessou sentir dificuldade em expressar o que passava por sua cabeça.

— Muita emoção! É uma emoção inexplicável, uma sensação muito louca. A gente não esperava chegar até a final, da maneira como foi. Foi uma dificuldade muito grande, um motivo de constrangimento para nós, não saber muitas coisas e não ter os ingredientes todos para cozinhar e ter que se virar em um programa. E, olha só: é a vida dando voltas. É como se essa jornada toda tivesse valido a pena.

andre-e-adelino-sao-os-campeoes-do-batalha-dos-cozinheiros-2016

Os segredos da vitória

 Adelino tinha na ponta da língua o tempero para conquistar o sucesso no jogo.

— Perseverança. A gente é brasileiro, a gente não desiste nunca.

Para André, outros ingredientes também cabem muito bem na receita.

— Sucesso? É amor, cara. Sinceridade.

O amigo de Adelino contou ainda que a vontade de participar do jogo veio do desejo de arriscar.

— A gente imaginou que, como era comida brasileira e comida caseira, cozinha dos amadores, era a nossa cara. Nós somos cozinheiros amadores. A gente não tem nenhum tipo de profissionalismo no que a gente faz e pensamos: “Vamos lá pelo menos participar. Alguma coisa acontece”. E aí tinha esse destino marcado.

Nova meta

Com dois carros na garagem e o prêmio em dinheiro no bolso, André explicou que o próximo passo da dupla é arriscar novos voos.

— A gente vai investir. A gente tem um canal chamado Cozinheiro Amador onde tem várias receitas que a gente faz. Vamos investir nesse canal para continuar cozinhando para as pessoas e descontruindo a gastronomia, mostrando que ela é para todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here