COMPARTILHE

“Blogar” está cada vez mais em alta. Conheça as dicas de gaúchos que compartilham seu amor pela gastronomia na internet.

Eles não são chefs de cozinha, são apenas amantes da boa mesa. Nos momentos de lazer, apostam em compartilhar aquele prato que fizeram e arrancaram elogios. Os blogueiros, atividade que vem sendo cada vez mais difundida na internet, são pessoas que arranjam um tempinho em sua rotina para contar do que gostam e o que fazem. Segundo a agência sueca de monitoramento da internet, Pingdom, em 2010 (último levantamento feito), existiam cerca de 160 milhões de blogs pelo mundo. Hoje, o número deve ser muito maior. Os temas das páginas são diversos, vão de beleza até críticas as diferentes políticas mundiais. Voltando para as panelas, contatamos diferentes blogueiros gaúchos para descobrir quais são as suas dicas preferidas na hora de ir pra cozinha. Ficou curioso? Acompanhe e descubra toques que irão facilitar e saborizar a sua vida!

Bárbara Pustai  – O Mundo na Cozinha

Pensar em uma preparação que agrade o leitor, encontrar a receita ideal e tirar fotos que deem vontade de sair correndo para a cozinha fazem parte da rotina de ter um blog de gastronomia. Toda postagem é um aprendizado, e todas acabam trazendo à tona truques culinários que facilitam a vida do leitor – e do blogueiro. Para quem não possui um termômetro culinário em casa, por exemplo, basta colocar um palito de fósforo dentro do óleo: quando ele acender, os donuts podem mergulhar com a certeza de que vão ficar douradinhos por fora e macios por dentro. Essa maciez só será possível, no entanto, se o fermento biológico estiver funcionando direitinho. Para saber se ele está ativo, é só misturar o fermento, uma parte do açúcar e uma parte do leite: se crescer e ficar rechonchudo, é garantia de rosquinhas fofas e deliciosas.

www.omundonacozinha.com.br

Carla Maicá – Cucina Artusiana

blog1
Mise en place, técnica utilizada pela blogueira Carla Maicá, do blog Cucina Artusiana

Minha dica culinária é além da compra de bons ingredientes e da limpeza do seu ambiente de trabalho, o mise en place, termo francês que quer dizer colocado no lugar. O mise en place serve para que não tenhamos surpresas na hora de preparar um prato, já que com ele organizamos todos os ingredientes antes de colocar a mão na massa. Esta organização auxilia não só para evitar essas situações, mas também para que, caso ocorram, possamos tomar decisões menos impulsivas, como a troca de um ingrediente por outro. Fora que é muito mais tranquilo só ir adicionando os ingredientes que estão lindamente em seus potinhos, do que ficar no abre e fecha de embalagens ou, pior ainda, ter que descascar ou cortar alguma coisa durante a execução. Mise en place é literalmente a palavra de ordem numa cozinha.

www.cucinaartusiana.com

Guilherme Kleinschmitt  –  Buoníssima Cucina

Cozinhar é algo tão elementar, porém, ao mesmo tempo, tão complexo, a ponto de fascinar, aproximar, reconfortar e alegrar as pessoas. Diante disso, muita gente cria barreiras e receios de se aventurar nesse mundo cheio de sabores, aromas, cores e formas.  Se tivesse que dar três dicas essenciais, o que é difícil, já que considero a cozinha cheia de truques, diria que utilizar sempre azeite de oliva e ervas frescas é um grande passo. Também acredito que comprar ou preparar massas frescas, garantem um sabor mais aguçado ao prato de origem italiana. Então, aposto que saborizar a água, criando caldos para preparar pratos como risotos, polentas e sopas é uma ótima opção.

www.buonissimacucina.com

Regina de Castro  –  Naco Zinha Brasil

blog2
Verrine de morango e creme de avelã com chocolate do Blog Naco Zinha, que em seus ingredientes conta com licor de cacau

Desde pequena, acostumei-me a ver minha mãe usando baunilha nos bolos e me encantei. Ficou no meu imaginário o sabor das rosquinhas que ela fazia, polvilhadas de açúcar e canela. Algo tão simples, mas inesquecível. O uso de extrato, licor ou especiaria confere aquele sabor residual, que marca o momento da degustação. Trouxe para a minha cozinha esse hábito. Um punhadinho de canela, uma pitada de cardamomo, uma raladinha de noz-moscada, algumas gotinhas de licor e a sobremesa será o fechamento, com louvor, da sua refeição.

www.nacozinhabrasil.com

Alessandra Sander – Pilotando um Fogão

blog3
Pilotando um Fogão e sua quiche coloridíssima

Está mais do que comprovado que comemos primeiro com “os olhos”. Minha dica é sempre colorir os pratos e caprichar na apresentação. Isso não requer investimentos em louças ou ingredientes caros. Fazemos isso com o que temos em casa. Pratos coloridos, além de serem atraentes, costumam ser saudáveis. A foto é de uma simples torta de liquidificador, mas na massa eu usei cenoura, e escolhi o recheio pensando em colorir ainda mais. Ficou apetitosa e saborosa!

www.pilotandoumfogao.com.br

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here