COMPARTILHE

Por Sabina Fuhr

sabina-fuhr-santa-carolina-chile
Sabina Fuhr na sede da Viña Santa Carolina

Os vinhos chilenos estão entre os mais apreciados pelos brasileiros. Juntamente com os argentinos dominam o mercado de importação da bebida para o Brasil. Pela boa fama deles o Chile também é um dos destinos favoritos para quem adora vinho.

cava-santa-carolina-sabina-fuhr
Cave da Totihue, nova adega da Viña Santa Carolina, em Santiago no Chile. (Foto: Sabina Fuhr)

Estive no Chile a convite da Viña Santa Carolina (e da Importadora Porto a Porto) para conhecer essa vinícola que é praticamente um símbolo chileno. Fundada em 1875, e declarada Monumento Histórico do Chile em 1973, é uma potência que exporta para 80 países uma gama bem completa e interessante de vinhos.

vinicola-Santa-carolina-chile-frente
Viña Santa Carolina

Certamente você já se deparou com algum deles no supermercado ou em alguma carta de restaurante, nem que tenha sido o Santa Carolina Reservado, o vinho básico deles, muito popular por aqui.

santa-carolina-vinhos-sabina-fuhr
Santa Carolina tem uma gama bem completa de vinhos. (Foto: Sabina Fuhr)

A bodega boutique Viña Casablanca, que assim como a Santa Carolina, pertence ao holding Carolina Wine Brands, também esteve no roteiro. Nesta viagem não faltou belas paisagens, aprendizado, ótima comida e, claro, excelentes vinhos. Tudo com as Cordilheiras dos Andes a nos vigiar.

140 anos de excelentes vinhos

santa-carolina-videira-sabina-fuhr
Vinhas de 70 anos. (Foto: Sabina Fuhr)

Em 15 a Viña Santa Carolina completa 140 anos. É uma das mais antigas do Chile e está presente em todo mundo, sendo o próprio Chile, o Canadá e o Brasil seus principais mercados. Produz anualmente cerca de 10 milhões de litros e tem portfólio de 30 produtos com preços e estilos variados. Tem desde um Santa Carolina Reservado de R$ 20,00 a um Herencia de R$ 600,00 a garrafa.

santa-carolina-sabina-fuhr-taças
Dia de degustação. (Foto: Sabina Fuhr)

A maior produção da casa é de Cabernet Sauvignon, seguido por Carmenère, Merlot, Chardonnay e Sauvignon Blanc, Syrah e Pinot Noir, com pequena produção, mas de muita qualidade.

Durante a visitação provamos 12 vinhos do catálogo da Santa Carolina, além de participarmos de um almoço na cave subterrânea da Totihue, nova adega adquirida pela Santa Carolina. Conhecida como a Catedral do Cabernet Sauvignon no Chile existe desde 1875, e atualmente abriga os vinhos Reserva da vinícola. O local é lindo e encantador.

cava-chile-santa-carolina-sabina-fuhr
Jantar na cave subterrânea da Totihue. (Foto: Sabina Fuhr)

Na degustação não ficaram de fora os vinhos ícones da casa como o VSC 2008, assemblage com a Cabernet Sauvignon predominando, de longa persistência, é um vinho para grandes ocasiões, e o Herencia 2009, um tributo à trajetória da vinícola e que tem o propósito de expressar toda a tipicidade da Carmenère cultivada no Vale de Peumo. Estes dois vinhos são    amadurecidos na adega da Totihue, que contém cerca de 3 mil barricas de 225 litros  de procedência francesa e americana.

Se for ao Chile não deixe de conhecer a Viña Santa Carolina.  Além de produzir excelentes vinhos são excelentes anfitriões.

Rótulos da Santa Carolina que indico:

Herencia

santa-carolina-herrencia-sabina-fuhr
O vinho tinto Santa Carolina Herencia Carmenère é o vinho Top da Viña Santa Carolina. O rótulo tem o mesmo estilo do original criado em 1952. (Foto: Sabina Fuhr)

Produzido com Carmenère é um vinho de cor vermelho rubi com reflexos violáceos com aroma de frutas vermelhas notas de tabaco e especiarias (cravo). Na boca é seco, encorpado, possui boa acidez com taninos finos e final persistente,   equilibrado e harmônico. Perfeito  para acompanhar carnes vermelhas (cortes mais untuosos), carnes de cordeiro, massas e queijos meia cura. Preço médio: R$ 600,00

VSC

vsc-santa-carolina-sabina-fuhr
O vinho VSC da chilena Santa Carolina. (Foto: Sabina Fuhr)

Elaborado com Cabernet Sauvignon (68%), Syrah (12%), Petit Verdot (20%) é um vinho de cor vermelho rubi intenso com reflexos violáceos e aroma de frutas vermelhas e notas florais. Na boca, é seco, encorpado, possui alta acidez, taninos finos e final longo e complexo. Apresenta potencial de guarda de 5 a 10 anos, tempo que acrescentará elegância e personalidade a este grande vinho. Ideal para acompanhar carnes vermelhas assadas (cordeiro) e molhos apimentados. Preço médio: R$ 240,00

Specialties Mourvedre

specialties-santa-carolina-sabina-fuhr
Specialties Mourvedre. (Foto: Sabina Fuhr)

De cor vermelho rubi. Com aroma de frutas vermelhas (morango) e especiarias doces (canela). No paladar é seco, com boa acidez, médio corpo e final elegante. Fica ótimo com  carnes grelhadas, carnes assadas e pato. Preço médio: R$ 90,00

Gran Reserva Petit Verdot

petit-verdot-santa-carolina-sabina-fuhr
Gran Reserva Petit Verdot. (Foto: Sabina Fuhr)

Vinho tinto potente e de grande personalidade, produzido com a uva Petit Verdot e uma pequena proporção de Syrah. De intensa cor púrpura, tem aromas de frutas escuras maduras, com notas de especiarias e tostado elegante, proveniente do estágio em barricas de carvalho, além de delicados toques florais. Encorpado, concentrado e equilibrado, tem taninos de ótima qualidade. Companhia ideal para carnes suculentas e bem condimentadas. Preço médio: R$ 78,00

 A Jovem  Viña Casablanca

frente-casablanca-chile-sabina-fuhr
Viña Casablanca fica no Valle Casablanca. (Foto: Sabina Fuhr)

A jovem vinícola-boutique Casablanca começou suas ope-rações em 1992, no extremo oeste do Valle de Casablanca (região central do Chile, a 70 Km da capital, Santiago). O ar gelado é base para a formação do produto final, ao lado da influência geográfica – a Casablanca está perto do mar, tem vales e colinas – que faz com que as frutas amadureçam lentamente, produzindo um vinho muito aromático, ajudado pelo solo mineral granítico. “É o primeiro lugar a brotar e o último a ser colhido”, explica o diretor de exportação, Júlio Pérez Del Rio. Também só utilizam uvas próprias, não compram de outros produtores, o que permite controlar a qualidade.

viña-casablanca-vinhedos-sabina-fuhr
Vinhedos da jovem vinícola-botique Casablanca. (Foto: Sabina Fuhr)

A Casablanca possui quatro linhas de produtos: Neblus, Nimbus, El Bosque e Cefiro.  No ano, produz 130 mil litros de vinho apenas. Degustamos durante a visita os brancos Nimbus Estate Chardonnay, Nimbus Estate Gewürztraminer e Nimbus Estate Sauvignon Blanc, o meu preferido.  Também provamos os tintos Nimbus Estate Pinot Noir e o Neblus 2011, o vinho ícone da Casablanca, que tem um potencial de guarda de 10 anos e 100% de uva Syrah.

casablanca-sabina-fuhr
Vinhos que encantam. (Foto: Sabina Fuhr)

Rótulos da Casablanca que recomendo:

viña-casablanca-sabina-fuhr
Vinhos Neblus e Nimbus da Casablanca. (Foto: Sabina Fuhr)

Neblus
Vermelho rubi com reflexos violáceos, aromas de frutas escuras (cereja e cassis) e delicado floral. Na boca é seco, boa acidez, encorpado, com grande concentração de sabores, taninos muito finos, longa persistência, final macio com retrogosto de canela e baunilha. Harmoniza com carnes vermelhas, embutidos, massas com molhos mais encorpados e queijos maduros.  Preço médio: R$ 250,00

 Nimbus Estate Pinot Noir 

casablanca-viña-sabina-fuhr
Nimbus Estate Pinot Noir. (Foto: Sabina Fuhr)

Vinho de cor vermelho rubi. Com notas de terra e toques de trufas brancas, flores silvestres e amoras. No paladar é seco, boa acidez, corpo médio, final longo. Acompanhe bem aves e massas.  Preço médio: R$ 94,00

 Nimbus Estate Sauvignon Blanc
Vinho de cor palha cristalino com reflexos verdeais. Seus aromas destacam a tipicidade da Sauvignon Blanc, com aroma frutado e mineral (laranja rosada e lima). No paladar é untuoso com um longo final, destacando delicadas notas minerais. Sofisticado e fresco com uma rica acidez natural. Ideal como aperitivo e para acompanhar frutos do mar frescos como ostras e peixes.  Preço médio: R$ 94,00

Nimbus Estate Chardonnay

chardonnay-nimbus-casablanca
Nimbus Estate Chardonnay. (Foto: Sabina Fuhr)

Vinho de cor amarelo verdeal brilhante. Possui aroma elegante de anis, casca de limão e damasco, integrados com notas tropicais, como manga e maracujá. Na boca é um vinho fresco, balanceado, frutado e persistente com um agradá-vel final. Bom para acompanhar queijos cremosos e peixes, como salmão. Preço médio: R$ 94,00

Nimbus Estate  Gewürztraminer
Vinho de cor amarelo verdeal. No aroma, destaca-se a tipicidade da uva, com notas de rosas e jasmim, e intensos aromas que lembram frutas brancas e lichia. No paladar é untuoso, refrescante e delicado, com um longo final.  Ideal como aperitivo e para acompanhar saladas frescas, mariscos, peixe e sashimi. Preço médio: R$ 94,00

branco-casablanca-sabina-fuhr
Foto: Sabina Fuhr

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here