COMPARTILHE

Aos domingos, o almoço em família é um ritual sagrado. Todos em volta da mesa, boa conversa, algumas lembranças e, é claro, um cardápio de encher os olhos. Nesse menu tão apetitoso o que não pode faltar é um bom churrasco, que, geralmente, fica sob responsabilidade do homem da casa: o pai. Mas, não é nada justo que no seu dia ele tenha que ir pra churrasqueira, não é mesmo?

Pensando nisso, o especialista em carnes e chef Caio Fontenelle resolveu propor uma troca de papéis e separou cinco dicas práticas para que os filhos surpreendam seus pais no almoço do dia 14 de agosto.

  1. Escolha das carnes: faça alguns petiscos para iniciar o seu churrasco. Escolha algo prático como uma linguiça ou uma asinha de frango temperada. São duas entradas que não vão dar muito trabalho e irão entreter seus convidados até a carne ficar pronta. Sirva com farofa ou pão. Para o prato principal, o ideal é optar por carnes fatiadas, que são mais fáceis de trabalhar do que as peças inteiras. Opte por um alcatra ou uma picanha e corte em fatias um pouco mais grossas (2,5 ou 3 centímetros), pois assim diminui o risco da carne passar do ponto. Salgue com sal grosso, somente no momento de levá-la ao fogo. Calcule cerca de 300 ou 350 gramas de carne por pessoa, incluindo a entrada.
  2. Separando os utensílios: são poucos os utensílios que você vai precisar para fazer um bom churrasco. E é esta praticidade que encanta. Veja uma lista básica: tábua de carne, uma boa faca, um garfo comprido ou pinça para manusear a carne na grelha, uma grelha, uma segunda tábua ou travessa para servir a carne e uma travessa para temperar a carne crua.
  3. Comprando o carvão: um carvão de qualidade sempre ajuda bastante em um churrasco. Um produto com peças mais graúdas é bem importante para que o braseiro seja mais duradouro, mas, o mais importante, está na temperatura do braseiro. Uma temperatura adequada irá determinar o sucesso do seu churrasco. Aí vai uma dica para chegar a temperatura certa: primeiro deixe o braseiro se formar totalmente, não coloque nada na grelha antes que isso aconteça. Deixe a grelha entre 20 e 25 centímetros da brasa e veja como está o calor. Aproxime sua mão, com cuidado, e veja quanto tempo consegue mantê-la perto da grelha. Conte vagarosamente até cinco, se isto for o máximo que você consegue manter, o braseiro está em boa temperatura, se for acima ou abaixo procure controlar melhor a temperatura.

    dicas-churrasco-carvao
    Uma temperatura adequada irá determinar o sucesso do seu churrasco.
  4. Preparando a churrasqueira: junte o carvão em uma das metades da churrasqueira e acenda. Não coloque fogo em toda a área da churrasqueira, pois você precisará de espaços com menos calor para controlar melhor seu assado. No lado que não está aceso você pode deixar um pouco de carvão. Caso haja necessidade de melhorar o braseiro você pode puxar um pedaço ou outro para o fogo.
  5. Fazendo o churrasco: o melhor ponto para servir a carne é o que chamamos de “ao ponto”, pois esta seria a forma mais macia de servi-la, levemente rosada por dentro. Mas, nem sempre todos os seus convidados gostam de comer a carne ao ponto. Seja gentil e pergunte como cada um gostaria de comer, afinal, o que importa é que as pessoas estejam felizes e satisfeitas, principalmente o seu pai, já que é o dia dele. O tempo de cada carne varia conforme espessura, a altura do fogo e o ponto desejado. Em média, um churrasco em fatias leva de 7 a 10 minutos para ficar pronto. Aí vai mais uma dica: não coloque toda a sua carne na grelha de uma vez, primeiro teste o fogo com uma fatia e veja como consegue assar, aí depois tudo fica mais fácil.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here